Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!



quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

FRENESI...

Último dia do ano.
As nuvens negras
viraram chuva de prata
que lavaram a alma.
Remédio que acalma.
O poeta é assim:
abre a alma e o coração
para em versos cantar
o frenesi do final de ano.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O MELHOR DE 2010...

O MELHOR DE 2010 ERA MESMO ESPERAR POR ELE!
Por Alessandra Leles Rocha
Publicado em: www.paralerepensar.com.br - 16/12/2009


Aos que assistiram “2010 – O ano em que faremos contato1 a proximidade com esse novo ano causa certa frustração. Chegaremos em 2010 com a vida de sempre; nada de espaçonaves, roupas futuristas, viagens interplanetárias, mundo robotizado e computadorizado, como aparecia no desenho dos Jetsons 2.
O novo ano chega e para muitos de nós a impressão percebida é de ainda estarmos nas cavernas. O comportamento bestial do Homo sapiens prevalece de forma absurda apesar de todo o desenvolvimento intelectual e cognitivo; é como se sua racionalidade fosse totalmente irracional.
Alvo preferencial de sua barbárie, o Meio Ambiente vem sendo dilapidado insustentavelmente, ao ponto de colocar em risco a própria sobrevivência humana – escassez de água potável, contaminação do solo, ar e recursos hídricos, enchentes, secas, degelo polar, elevação da temperatura, desmatamento, desequilíbrio da cadeia alimentar etc. Não satisfeito em destruir o entorno, o ser humano volta-se contra si e seus semelhantes. Fomenta conflitos e guerras em nome da conquista de territórios e do que eles possam oferecer em riqueza e poder, espalha o vício e o comércio de drogas e entorpecentes, faz dos veículos automotivos armas letais de exibição pública, induz a ganância e a cobiça como elementos indispensáveis para a aceitação social,...; enfim, perdeu a noção sobre o próprio instinto de sobrevivência.
Então, diante de tudo isso, todo o progresso científico e tecnológico perdeu qualquer sentido. A humanidade do terceiro milênio, que chega a primeira década do ano 2000, perdeu-se pelo caminho! Não fizemos contato com o melhor de nossa evolução! Desbravamos o universo, enquanto destruíamos nosso próprio lar. O futuro chegou; mas, ainda não abolimos nossos tacapes rudimentares. O melhor de 2010 foi mesmo esperar por ele!
________________________________________
1 http://pt.wikipedia.org/wiki/2010_(filme).
2
Desenho criado em 1962 por Joe Barbera e Bill Hanna, nos estudios da HB Produtions, contava em seus episódios como seria o cotidiano da raça humana no futuro tomando como referência uma família muito simpática: Os Jetsons. Imagine-se num ambiente repleto de recursos inovadores que só facilitariam o dia-a-dia, como por exemplo: a partir de uma pílula, fazer uma refeição ou ter como transporte uma nave espacial veloz. Imaginou? Os Jetsons vivem assim, pois no futuro tudo é diferente, rápido e dinâmico. Composta por: George Jetson, sua esposa Jane, seus filhos Elroy e Judy, o cãozinho de estimação Astro e Rose a robô empregada. Na animação, George e sua família passam mensagens otimistas aos seus espectadores, mesmo vivendo situações engraçadas de maneira bem humorada. Por isso a fórmula, cedida à trama por parte de seus criadores, deu certo. ( http://www.anos80.com.br/desenhos/jetsons.html )

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

CAIXINHA DE SURPRESAS...

A vida definitivamente é uma caixinha de surpresas. Ou será que não? Afinal, embora possamos planejar nossos dias, que garantia temos de que, amanhã, acontecerá o planejado.
Comparando a vida = uma caixinha de surpresas, temos que estar sempre preparados para o que vier. Não estou dizendo que é para ficarmos temerosos com o amanhã.
Estou tentando passar a ideia que devemos estar preparados para o que acontecerá amanhã, e que tratemos os fatos, acima de tudo com maturidade e nada de ficar chateado, curtir revolta, procurar culpados ou insistir na busca da resposta para: - O que fiz de errado?
Nossa vida pode mudar de um momento para o outro. Assim são os acontecimentos. E nada de sintonizar: - Comigo não acontecerá. Então, devemos viver o hoje, sem desprezar o amanhã. Porém, sem convicções que o retorno será aquele que desejamos.
Longe estou de pensar seja a Terra o planeta de provas e expiações. A palavra expiação pode ser encarada como castigo ou até como vingança (olho por olho dente por dente). A imagem que tenho é que alguns imprevistos/acontecimentos nos forçam a corrigir um ou outro rumo de nossas vidas (no sentido de vencer alguma das nossas ignorâncias), mas nunca para nos castigar. Assim sendo, será válido comparar os imprevisíveis acontecimentos do amanhã às feridas de uma criança que começa a andar. Ou seja como sendo fruto da nossa liberdade de pensar, agir e do nosso livre arbítrio ou como um retorno:- Aqui se faz. Aqui se paga.
Você tem um conceito diferente quanto a caixinha de surpresa? Para mim pouco importa a resposta. Ao desenvolver o tema moveu-me o sincero desejo de levar o leitor(a) meditar sobre os acidentes de percurso da vida. Afinal, o tempo certo é aquele em que as coisas acontecem e o amanhã a Deus pertence.
Paz!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

MEIO AMBIENTE

No momento em que o Bella Center é palco de reuniões para discutir as mudanças climáticas, a COP 15 ou melhor a 15ª Conferência das Partes sobre o Clima, com direito a algumas manifestações contrárias, constata-se que, em 2009, 95% do total das mortes por desastres naturais tiveram origem em eventos climáticos. Portanto, direta ou indiretamente, ligados a questão ambiental. Questão ambiental que está cada vez mais presente no viver da humanidade.

O atual sistema de valoração, infelizmente, propicia modelos de desenvolvimento que são insustentáveis.





Independente da orientação teórica e/ou política que se adote, a ética ecológica é a mola reflexiva que permitirá, mesmo inseridos em uma cultura consumista, individualista, passemos a questionar essa própria cultura.

No trato com o MEIO AMBIENTE devemos buscar ações que relacionem - o ser humano, a natureza e o universo - afinal os recursos naturais são finitos e o principal responsável pela degradação é o SER HUMANO. Não podemos perder de vista a importância de formar cidadãos cada vez mais conscientes e comprometidos com a defesa da VIDA.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

O VENTO ESTÁ LEVANDO

As ovelhas negras
se multiplicam...
Disse-que-disse para lá... para cá...
Alguns querem ser dono da verdade
outros imaginam-se "tendo o rei na barriga"...
Parecem tomados de um surto "amnéstico".
Resultado?
As desavenças aumentam.
A união?
Que terrível realidade:
- Está virando letra morta.
Bah! Acredite:
- O vento está levando.

sábado, 12 de dezembro de 2009

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

APRENDA A VALORIZAR...

Aprenda a valorizar o que tem e não o que perdeu.

AME A SI MESMO E OBSERVE!

Nas palavras de Buda:
Ame a si mesmo e observe – hoje, amanhã, sempre!