Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!



quinta-feira, 30 de março de 2017

PRISMAS

Texto enviado pelo WhatsApp  por
Alexander Man-Fu
29 de março de 2017.




_(1° ensaio de rabiscos)_



É notório que a nossa vida é determinada por uma idade média e marcada pelo reflexão das conquistas e produtividades.  Reconhecem-nos pelo que fazemos, compramos, possuímos, posicionamento social...
No decorrer da caminhada constituímos família e decisões de valores permanentes.
Somos acompanhados pelas trevas das tensões, angústias seguidas de medos, cujo tempo, fixado por um relógio, parece percorrer mais rápido do que o nosso corpo.
A insegurança não é o mais importante, pois somos cobrados como adultos. Não é admitido dúvidas; afinal, somos líderes.
Quando há existência da expectativa, lá estamos para realizarmos a solução.
Nesta doação é que conquistamos, sem perder na sedução e se envolver na mais simples corrupção. Assim, mantemos nossos valores. Numa era em que, facilmente, aparecem inúmeras oportunidades de trocar nossos ideais por dinheiro e a dignidade por poder...Nascem os corruptos e corruptores.
Nossa idade média é pesada. Poderia ser mais leve se tivéssemos a força da juventude e a sabedoria da melhor idade. Mesmo assim, podemos ser fortes e sábios. Fortes aprendendo a poupar nossas forças utilizando a tolerância. Sábios observando mais para errar menos.  
Podemos viver bem a nossa meia idade, desde que cientes dos riscos. Quando vivemos certos de que estamos erguendo uma grande construção, construção de nossa vida, nosso templo moral sem nos contentarmos apenas com a grandeza do patrimônio, mas almejando a meta da relevância espiritual.
O mundo não precisa de pessoas com muitos patrimônios, poderes... mas de relevância espiritual e moral, que vivam as suas vidas cavando masmorras aos vícios e levantando templos as virtudes, propagando Luz, Paz, Amor e Harmonia, sob o auspício do nosso Grande Arquiteto chamado Deus.