Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
#FocoForçaeFé
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

"Considere como é difícil modificar a si mesmo e você entenderá quão pouca chance tem ao tentar modificar outras pessoas." - Jacob M. Braude

"Seja em você a mudança que quer para o mundo" - Ghandi´

Aos preconceituosos e aos piadistas, sugiro que olhem para si mesmos antes de julgarem os outros... Quem aponta um dedo para alguém, aponta três para si mesmo.


Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

DOWNLOAD LIVRO DE MINHA AUTORIA.

DOWNLOAD LIVRO DE MINHA AUTORIA.
DOWNLOAD LIVRO DE MINHA AUTORIA - POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO ABAIXO...
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e alteradas com programa de edição de imagem.

PARA MEDITAR...

"OS HOMENS PASSAM, A OBRA PERMANECE!"

"GARIMPANDO AMIZADES:
PERDI MUITOS DIAMANTES ENQUANTO OCUPADO GARIMPAVA NO MEIO DE FALSAS PEDRAS PRECIOSAS."

"NÃO ME IMPORTO COM O QUE OS OUTROS PENSAM DE MIM. IMPORTO-ME COM O QUE EU PENSO E COM O QUE FAÇO. EIS UMA DAS CARACTERÍSTICAS DO MEU CARÁTER."

"NINGUÉM É OBRIGADO A GOSTAR DE ALGUÉM, MAS EXISTE UMA COISA QUE SE CHAMA: RESPEITO!"
Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços e valores. Reviravoltas. Ficamos surpresos... Às vezes, no caminho um pensamento nos faz dizer: -"Este é o pior momento da minha vida". Mas quer saber ? No final do caminho, das diversidades mais difíceis, o que não nos mata - nos torna mais forte.
Agora as diversidades não importam. Eis o dilema! A vida é uma jornada e não um aleatório destino. Egresso da Baixada Fluminense... Ex-Marujo...
De bem com a vida - acordado e energizado - faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens. Quem renega as suas origens, nega a si mesmo.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!


segunda-feira, 24 de abril de 2017

DIGA NÃO...


Na última semana, deparei-me com situações de racismo e discriminação. Considerando a  minha formação como "humanista" e, se tal não bastasse a origem de "Egresso da Baixada Fluminense do Rio de Janeiro" (uma região com deficientes políticas públicas) e um "ex-marujo",  me decepciono quando as minhas atitudes são levadas para o minado campo da hipocrisia e da falsidade humana. Hoje, a reação não mais é explosiva e sim de "cara de paisagem" para fazer reflexões na tentativa de entender algumas atitudes comportamentais...
A minha formação é algo que representa um desinteressado relacionamento interpessoal e tem como base a ética, a inovação e a responsabilidade social - que em tese são os elementos capazes de promover a re-humanização.
Isto dito, fica claro que tive a atenção voltada para atitudes racistas e preconceituosas que auscultei nas reações de algumas pessoas.


D
ados sociais recentes mostram a força das diferenças no Brasil e no mundo. Mesmo quando se comparam pessoas da mesma região, sexo, idade e educação - o racismo e o preconceito têm enorme influência no cotidiano...


I
nfelizmente, o preconceito é tão antigo quanto a humanidade; o racismo parece não ter mais de 500 anos.
Nas palavras de Nelson Mandela:
"Ninguém  nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem ou sua religião. Para odiar, as pessoas  precisam aprender e se aprendem a odiar, podem ser ensinadas a amar. O amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta - jamais extinta."


 No Brasil, erradamente, pretende-se "varrer dos hábitos e costumes" o preconceito e o racismo através de "leis". Só a educação poderá esclarecer a todos - principalmente os  "brancos".

Preconceito/Racismo um dos problemas mais graves no mundo.



As pessoas precisam se conhecer melhor, independente de cor ou raça - sendo branco, preto, índio ou, até, de qualquer outra opção de vida.

Atos de discriminação por raça ou cor são considerados crimes desde 1989 pela Lei 7.716, a chamada Lei Caó.
De acordo com a Lei 9.459 - é crime a discriminação ou o preconceito e, ainda, praticar, induzir, incitar a discriminação ou preconceito. A pena é de 1 a 3 anos de reclusão e multa.

Xô racismo!!! Disque 100
Xô preconceito!!! Disque 156.



Espalhar boas energia é uma das coisas mais gratificantes.
Aprendamos a compartilhar os bons sentimentos que habitam o nosso peito.
A vida não valeria a pena se não existisse alegria e pessoas para demonstrarmos gratidão.





domingo, 23 de abril de 2017

O LÁPIS...

O LÁPIS


O menino observava seu avô escrevendo em um caderno, e perguntou:
 
— Vovô, você está escrevendo algo sobre mim?

O avô sorriu, e disse ao netinho:

— Sim, estou escrevendo algo sobre você. Entretanto, mais importante do que as palavras que estou escrevendo, é este lápis que estou usando. Espero que você seja como ele, quando crescer.

O menino olhou para o lápis, e não vendo nada de especial, intrigado, comentou:

— Mas este lápis é igual a todos os que eu já vi. O que ele tem de tão especial?

— Bem, depende do modo como você olha. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir vivê-las, será uma pessoa de bem e em paz com o mundo, respondeu o avô.
✏
— Primeira qualidade: assim como o lápis, você pode fazer coisas grandiosas, mas nunca se esqueça de que existe uma "mão" que guia os seus passos, e que sem ela o lápis não tem qualquer utilidade: a mão de Deus.
✏
— Segunda qualidade: assim como o lápis, de vez em quando você vai ter que parar o que está escrevendo, e usar um "apontador". Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas ao final, ele se torna mais afiado. Portanto, saiba suportar as adversidades da vida, porque elas farão de você uma pessoa mais forte e melhor.
✏
— Terceira qualidade: assim como o lápis, permita que se apague o que está errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mal, mas algo importante para nos trazer de volta ao caminho certo.
✏
— Quarta qualidade: assim como no lápis, o que realmente importa não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro dele. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você. O seu caráter será sempre mais importante que a sua aparência.
✏
— Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida deixará traços e marcas na vida das pessoas, portanto, procure ser consciente de cada ação, deixe um legado, e marque positivamente a vida das pessoas.

http://g1.globo.com/platb/paulocoelho/2010/12/29/a-historia-do-lapis/

sábado, 22 de abril de 2017

TROMBETEANDO...




TROMBETEANDO...




Trombeteando a vida passa...
   Mudo a rima e a prosa...
     Vivo em compassos invertidos...
        Assim revivo instantes do passado...
          Momentos perdidos ressoam.
            O passado foi levado pelo tempo.
                                                                É tempo de novos quereres...

                                                       
                                                              Trombeteando desato as notas...
                                                                 Em meus delírios
                                                                   Deixo-me  ir à deriva...
                                                                    Quero rever sonhos idos.
                                                                      Canto no arrebol...
                                                                       Sopros de  canção perdida
                                                                         Nas idas horas derramo a paz...





quinta-feira, 20 de abril de 2017

DIVULGAÇÃO...


POSSE DA DIRETORIA DA UNIÃO BRASILEIRA DOS ESCRITORES.

Ontem, 19 de abril, no Instituto Cultural da Sociedade Nacional de Agriculta, empossada a Diretoria da UBE RJ - 2017/2018.


Ocasião em que foi empossada na Diretoria de Assuntos Internacionais a
Jornalista e Presidente da
Rede Mídias Jornal Sem Fronteiras
Dyandréia Portugal.



Parabéns Dyandréia!!!
Continuado sucesso!!!


terça-feira, 18 de abril de 2017

SONHOS E VENTOS...




A chuva cai.
Dentro de mim pranto e desalento.
A vida se esconde sente dor e chora.
Como um bálsamo a chuva cai.
Chuva fugaz que acalma
Refresca os anseios e temores
Lava as dores vivas escondidas.
No ar úmido da chuva
Minhas palavras choram como a chuva
Molhando meu lábios sedentos...
No silêncio a verdade se transforma.
O poema inunda a face e o peito invade.
Desdobro tréguas, desenrolo horas...
Na luz uma verdade resplandece
Amar é esquecer-se para o outro
É sentir que a liberdade está perdida.
Se amar é viver do passado
Então a memória do tempo é desventura...
A vida é um traço de palavra impura.
Na teia das frases soltas
Na água da chuva reticências...
Escrevo versos de sedução...
É tempo de querer ao relento...
Se não posso  ter aquilo que sonho
Penso sonhos e vivo ventos...



sexta-feira, 7 de abril de 2017

BREVES REMINISCÊNCIAS (CRUZADOR "BAHIA"...)

Texto de Elson de Azevedo Burity
Rio de Janeiro, 07/03/2017.

BREVES  REMINISCÊNCIAS DO NAUFÁGIO DO  CRUZADOR “BAHIA”.

     
       Na fatídica manhã do dia 04 de julho de 1945, num ponto localizado a cerca de 100Km ao sul dos rochedos São Pedro e São Paulo e 500 Km a sudoeste da ilha de Fernando de Noronha, naufragava o imponente cruzador “Bahia”, orgulho da Marinha do Brasil.
      Com ele pereceram 332 vidas nas profundezas do Oceano Atlântico e somente na manhã  de 08 de julho, os primeiros náufragos puderam ser resgatados  pelo cargueiro inglês “Balfe”; totalizando, entretanto, somente 36 sobreviventes.
     Decorridos 72 anos daquela tragédia, nunca é demais reverenciarmos a memória daqueles que sucumbiram no exercício do seu dever. Em especial dedico esta singela  lembrança ao Marinheiro Alberto Burity, meu tio, ( que pertencia ao Departamento de Máquinas ) e ao Tenente Gelson Helmold, cujos descendentes tive o prazer de conhecer recentemente.

      A todos aqueles bravos heróis, gostaria de citar as palavras do Almirante Barroso, herói da Batalha Naval do Riachuelo:

                           O Brasil espera que cada um cumpra com o seu dever.
                                    
                                   RJ, 07 de Abril de 2017
                                              Elson  de  Azevedo Burity

Boletim de 30 de julho de 1945
do Ministério da Marinha
em https://issuu.com/elvandroburity/docs/boletim_30_de_30jul1945_cruzador_ba

(Por favor, para melhor visualizar clique nas figuras)