Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

DIGA NÃO...


Na última semana, deparei-me com situações de racismo e discriminação. Considerando a  minha formação como "humanista" e, se tal não bastasse a origem de "Egresso da Baixada Fluminense do Rio de Janeiro" (uma região com deficientes políticas públicas) e um "ex-marujo",  me decepciono quando as minhas atitudes são levadas para o minado campo da hipocrisia e da falsidade humana. Hoje, a reação não mais é explosiva e sim de "cara de paisagem" para fazer reflexões na tentativa de entender algumas atitudes comportamentais...
A minha formação é algo que representa um desinteressado relacionamento interpessoal e tem como base a ética, a inovação e a responsabilidade social - que em tese são os elementos capazes de promover a re-humanização.
Isto dito, fica claro que tive a atenção voltada para atitudes racistas e preconceituosas que auscultei nas reações de algumas pessoas.


D
ados sociais recentes mostram a força das diferenças no Brasil e no mundo. Mesmo quando se comparam pessoas da mesma região, sexo, idade e educação - o racismo e o preconceito têm enorme influência no cotidiano...


I
nfelizmente, o preconceito é tão antigo quanto a humanidade; o racismo parece não ter mais de 500 anos.
Nas palavras de Nelson Mandela:
"Ninguém  nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem ou sua religião. Para odiar, as pessoas  precisam aprender e se aprendem a odiar, podem ser ensinadas a amar. O amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta - jamais extinta."


 No Brasil, erradamente, pretende-se "varrer dos hábitos e costumes" o preconceito e o racismo através de "leis". Só a educação poderá esclarecer a todos - principalmente os  "brancos".

Preconceito/Racismo um dos problemas mais graves no mundo.



As pessoas precisam se conhecer melhor, independente de cor ou raça - sendo branco, preto, índio ou, até, de qualquer outra opção de vida.

Atos de discriminação por raça ou cor são considerados crimes desde 1989 pela Lei 7.716, a chamada Lei Caó.
De acordo com a Lei 9.459 - é crime a discriminação ou o preconceito e, ainda, praticar, induzir, incitar a discriminação ou preconceito. A pena é de 1 a 3 anos de reclusão e multa.

Xô racismo!!! Disque 100
Xô preconceito!!! Disque 156.



Espalhar boas energia é uma das coisas mais gratificantes.
Aprendamos a compartilhar os bons sentimentos que habitam o nosso peito.
A vida não valeria a pena se não existisse alegria e pessoas para demonstrarmos gratidão.





domingo, 23 de abril de 2017

O LÁPIS...

O LÁPIS


O menino observava seu avô escrevendo em um caderno, e perguntou:
 
— Vovô, você está escrevendo algo sobre mim?

O avô sorriu, e disse ao netinho:

— Sim, estou escrevendo algo sobre você. Entretanto, mais importante do que as palavras que estou escrevendo, é este lápis que estou usando. Espero que você seja como ele, quando crescer.

O menino olhou para o lápis, e não vendo nada de especial, intrigado, comentou:

— Mas este lápis é igual a todos os que eu já vi. O que ele tem de tão especial?

— Bem, depende do modo como você olha. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir vivê-las, será uma pessoa de bem e em paz com o mundo, respondeu o avô.
✏
— Primeira qualidade: assim como o lápis, você pode fazer coisas grandiosas, mas nunca se esqueça de que existe uma "mão" que guia os seus passos, e que sem ela o lápis não tem qualquer utilidade: a mão de Deus.
✏
— Segunda qualidade: assim como o lápis, de vez em quando você vai ter que parar o que está escrevendo, e usar um "apontador". Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas ao final, ele se torna mais afiado. Portanto, saiba suportar as adversidades da vida, porque elas farão de você uma pessoa mais forte e melhor.
✏
— Terceira qualidade: assim como o lápis, permita que se apague o que está errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mal, mas algo importante para nos trazer de volta ao caminho certo.
✏
— Quarta qualidade: assim como no lápis, o que realmente importa não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro dele. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você. O seu caráter será sempre mais importante que a sua aparência.
✏
— Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida deixará traços e marcas na vida das pessoas, portanto, procure ser consciente de cada ação, deixe um legado, e marque positivamente a vida das pessoas.

http://g1.globo.com/platb/paulocoelho/2010/12/29/a-historia-do-lapis/

sábado, 22 de abril de 2017

TROMBETEANDO...




TROMBETEANDO...




Trombeteando a vida passa...
   Mudo a rima e a prosa...
     Vivo em compassos invertidos...
        Assim revivo instantes do passado...
          Momentos perdidos ressoam.
            O passado foi levado pelo tempo.
                                                                É tempo de novos quereres...

                                                       
                                                              Trombeteando desato as notas...
                                                                 Em meus delírios
                                                                   Deixo-me  ir à deriva...
                                                                    Quero rever sonhos idos.
                                                                      Canto no arrebol...
                                                                       Sopros de  canção perdida
                                                                         Nas idas horas derramo a paz...





quinta-feira, 20 de abril de 2017

DIVULGAÇÃO...


POSSE DA DIRETORIA DA UNIÃO BRASILEIRA DOS ESCRITORES.

Ontem, 19 de abril, no Instituto Cultural da Sociedade Nacional de Agriculta, empossada a Diretoria da UBE RJ - 2017/2018.


Ocasião em que foi empossada na Diretoria de Assuntos Internacionais a
Jornalista e Presidente da
Rede Mídias Jornal Sem Fronteiras
Dyandréia Portugal.



Parabéns Dyandréia!!!
Continuado sucesso!!!


terça-feira, 18 de abril de 2017

SONHOS E VENTOS...




A chuva cai.
Dentro de mim pranto e desalento.
A vida se esconde sente dor e chora.
Como um bálsamo a chuva cai.
Chuva fugaz que acalma
Refresca os anseios e temores
Lava as dores vivas escondidas.
No ar úmido da chuva
Minhas palavras choram como a chuva
Molhando meu lábios sedentos...
No silêncio a verdade se transforma.
O poema inunda a face e o peito invade.
Desdobro tréguas, desenrolo horas...
Na luz uma verdade resplandece
Amar é esquecer-se para o outro
É sentir que a liberdade está perdida.
Se amar é viver do passado
Então a memória do tempo é desventura...
A vida é um traço de palavra impura.
Na teia das frases soltas
Na água da chuva reticências...
Escrevo versos de sedução...
É tempo de querer ao relento...
Se não posso  ter aquilo que sonho
Penso sonhos e vivo ventos...



sexta-feira, 7 de abril de 2017

BREVES REMINISCÊNCIAS (CRUZADOR "BAHIA"...)

Texto de Elson de Azevedo Burity
Rio de Janeiro, 07/03/2017.

BREVES  REMINISCÊNCIAS DO NAUFÁGIO DO  CRUZADOR “BAHIA”.

     
       Na fatídica manhã do dia 04 de julho de 1945, num ponto localizado a cerca de 100Km ao sul dos rochedos São Pedro e São Paulo e 500 Km a sudoeste da ilha de Fernando de Noronha, naufragava o imponente cruzador “Bahia”, orgulho da Marinha do Brasil.
      Com ele pereceram 332 vidas nas profundezas do Oceano Atlântico e somente na manhã  de 08 de julho, os primeiros náufragos puderam ser resgatados  pelo cargueiro inglês “Balfe”; totalizando, entretanto, somente 36 sobreviventes.
     Decorridos 72 anos daquela tragédia, nunca é demais reverenciarmos a memória daqueles que sucumbiram no exercício do seu dever. Em especial dedico esta singela  lembrança ao Marinheiro Alberto Burity, meu tio, ( que pertencia ao Departamento de Máquinas ) e ao Tenente Gelson Helmold, cujos descendentes tive o prazer de conhecer recentemente.

      A todos aqueles bravos heróis, gostaria de citar as palavras do Almirante Barroso, herói da Batalha Naval do Riachuelo:

                           O Brasil espera que cada um cumpra com o seu dever.
                                    
                                   RJ, 07 de Abril de 2017
                                              Elson  de  Azevedo Burity

Boletim de 30 de julho de 1945
do Ministério da Marinha
em https://issuu.com/elvandroburity/docs/boletim_30_de_30jul1945_cruzador_ba

(Por favor, para melhor visualizar clique nas figuras)